quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Momento literário de Fevereiro!!!

    Olá minha gente lindaaaaaa!!!! No post de hoje vamos dar início as resenhas ou resumos de livros, como queiram chamar!! hahaha. 
    Vocês se lembram do "Vídeo Novidades em 2015 no Canal e no Blog" ?? Se vocês estão lembrados, nele eu falo que iríamos ter uma colaboradora aqui no Blog postando resenhas de livros e que essa colaboradora seria minha amiga Elizabeth Araújo.
    Então, dessa forma hoje damos início a essa coluna super legal e que será uma novidade para todos nós pois sempre fomos um canal de make, beleza e moda ou seja coisas apenas relacionadas ao mundo da beleza. Agora eu pergunto, existe beleza sem inteligência ou conhecimento?? Eu te digo que não!!! Pois na minha opinião não existe mulher mais linda senão aquelas que são belas por fora e mais lindas ainda por dentro por seu conhecimento e inteligência.
    E é baseado nisso que vamos estrear hoje o nosso Lado Intelectual. Vamos colocar nossas mentes para funcionar junto com a nossa beleza exterior. Espero muito que vocês gostem dessa novidade e ao mesmo tempo não deixa de ser uma dica muito legal para sua leitura estar sempre em dia, porque ler é sempre muito legal e fascinante.



“Quando não há memórias, a liberdade é apenas uma ilusão”
Por Elizabeth Araújo
Olá pessoal
Ganhei de aniversário ano passado o livro O doador de memórias, escrito por Lois Lowry, e o li no fim do ano passado e início deste ano.  Escrito nos anos 1990,  tem uma narrativa envolvente, com boa tradução e a escrita te leva para o tempo em que se passa a história.
A autora apresenta uma sociedade muito bem estruturada, organizada de modo que as pessoas que aí vivam tenham cada uma a sua função. Um objetivo é impedir que os sentimentos atrapalhem o desenvolvimento desta sociedade e a sua produção. Para isso as pessoas não mantêm suas memórias e nem as de outros tempos. Assim elas vivem em um mundo superficial, ao mesmo tempo em que não sentem essa superficialidade, uma vez que não tem memórias e agem como se fosse tudo normal.
O interessante de se observar é que para que a sociedade mantenha sua produção, existe um lugar reservado para deixar  os idosos, outro para as crianças e até a família é formada artificialmente, sem ligação sentimental, fazendo também esta parte da produção. Percebe-se aí uma crítica para onde se encaminha a sociedade atual quando coloca a produção e o individualismo acima dos valores e da relação com o outro. Mesmo as conversas não são naturais. E como não existem sentimentos, as pessoas fazem de tudo para que seja mantida a ordem nesta sociedade superficial. Inclusive matar.
O livro também virou filme com a participação de Meryl Streep e Taylor Swift. Ainda não vi, mas recomendo a leitura que permite uma reflexão sobre como está hoje em dia a nossa sociedade (tão superficial). Indicado para todos os públicos. ;)
Twitter: @ElizabethArau14
Instagram: elizabeth_araujo2 










    Então é isso minha gente linda. Espero muito que vocês tenham gostado e lembrando que essa resenha vai ao ar toda última quarta feira de todos os meses daqui para frente.
    E sempre pedindo, curtam, compartilhem e deixem seus recadinhos adoro quando nós conversamos. Bjs e até o próximo post!!!     :*